Postagem em destaque

Resenha do livro: POSTMAN, Neil. O Desaparecimento da Infância.

Resenha do livro: POSTMAN, Neil. O Desaparecimento da Infância. Tradução: Suzana Menescal de A. Carvalho e José Laurenio de Melo. Rio d...

Teorias comportamentais e o tecnicismo pedagógico

As Principais Teorias de aprendizagem e seus educadores:

Teorias comportamentais e o tecnicismo pedagógico:


John Broadus Watson

Criada por John B. Watson, a teoria comportamentalista estuda somente aquilo que pode ser observado, e tem o homem como um de seus objetos de estudo.  Esta visão possibilita o conhecimento dos fatores que levam o ser humano a agir de maneiras diferentes de acordo com determinado estímulo ou experiência a que este venha a ser exposto, ou seja, o conhecimento dos fatores que levam a este comportamento e possibilita modificar este comportamento para  chegar-se a  resultados previamente estabelecidos. A principal ideia da teoria comportamentalista é o processo Estímulo-Resposta, e através deste princípio os pensadores desenvolveram suas teorias.


Dentre as principais teorias comportamentalistas, destacam-se:




  • Teoria do Reflexo:
O reflexo condicionado foi uma das primeiras abordagens realmente objetivas e científicas ao estudo da aprendizagem. Forneceu um modelo que podia ser replicado e verificado em laboratório.

  • Teoria Associacionista:
Antecessora do Comportamentalismo ou Behaviorismo, inspirada na filosofia empirista e positivista, atribuiu exclusivamente ao ambiente a constituição das características humanas e privilegia a experiência como fonte do conhecimento e de formação de hábitos de comportamento. Nesta abordagem, desenvolvimento e aprendizagem se confundem e ocorrem simultaneamente.
Aprendizagem consiste na formação de ligações estímulo-resposta, e são fixadas ou eliminadas em função das conseqüências. As associações que levam a um "estado  satisfatório" são aprendidas enquanto as que levam a um "estado desconfortável" tendem a ser eliminadas (Lei do Efeito).

  • Behaviorismo de Watson:

Aprendizagem ocorre a partir de um condicionamento das conexões estímulo-resposta herdadas pelos seres humanos chamadas reflexos.
Novas conexões estímulo-resposta podem ser construídas através do condicionamento clássico pavloviano. Segundo Watson, o meio ambiente exerce uma grande influência sobre o indivíduo.



  • Behaviorismo de Skinner:
O behaviorismo de Skinner fundamenta-se no fato de que a aprendizagem é basicamente uma mudança de comportamento que ocorre através de reforços imediatos e contínuos a uma resposta emitida pelo sujeito. Fortalecidas por sucessivas aproximações, as respostas serão emitidas cada vez mais adequadamente, até chegar ao comportamento desejado.
 O primeiro a trabalhar esta teoria é Ivan P. Pavlov (1849-1936), que traçou as bases desta. Seus estudos com cachorros possibilitaram suas descobertas no âmbito da fisiologia e mais tarde, interpretadas no âmbito da psicologia.

Ivan Pavlov : "Teoria dos reflexos condicionados":


Ivan Pavlov (1849-1936) foi fisiologista e médico russo. Criou a "Teoria dos Reflexos Condicionados". Recebeu o Premio Nobel em 1904, por seus trabalhos sobre a relação do sistema nervoso com o sistema digestivo.
Ivan Pavlov (1849-1936) nasceu na pequena cidade de Ryazan, na Rússia central, no dia 14 de setembro. Estudou num seminário religioso onde teve como mestre um sacerdote que lhe despertou o gosto pela ciência. Estudou Ciências Naturais na Universidade de São Petersburgo. Despertou o interesse em estudar Medicina, depois de ler "Os Reflexos do Cérebro", livro que detalhava as conexões entre nossas atividades físicas e nossas ações psicológicas. Seu objetivo era ser professor de fisiologia.
Em 1879 estava formado pela Academia Médica Militar. Instalou um laboratório e dedicou seu tempo à pesquisa fisiológica. Aos 41 anos foi nomeado professor de Farmacologia da Academia Militar e no ano seguinte assumiu o laboratório fisiológico montado no Instituto de Método Experimental de São Petersburgo.
Determinou que todas as funções do corpo eram controladas pelo sistema nervoso. Utilizou os cães em suas experiências. Durante as pesquisas notou que a boca do animal salivava não apenas quando era alimentado mas também quando via o alimento. Os cientistas acreditavam que a saliva fosse uma reação puramente fisiológica, mas Pavlov, através de seu famoso experimento mudou esse conceito. Colocou um cão em um pequeno quarto vazio. Tocava uma campainha ao mesmo tempo que mostrava a comida ao animal. A saliva surgia imediatamente. E desta forma ele repetidas vezes agiu da mesma forma. Com o passar do tempo, notou que a saliva aparecia quando a campainha era tocada sem que a comida fosse apresentada ao animal.
Em outra experiência Pavlov condicionou o alimento a uma luz circular. Mostrava também uma luz elíptica, mas neste momento o animal não recebia alimento. Em pouco tempo o cão só salivava quando aparecia a luz circular. Aos poucos Pavlov foi arredondando a luz elíptica, até torná-la uma quase circunferência, de modo que o animal não mais pudesse distinguir as duas figuras, ficando sem saber quando receberia comida.
Essa confusão levou o cão a uma situação de nervosismo que começou a correr em círculo e a uivar. Pavlov descobriu que era possível descondicionar o animal e curá-lo do colapso nervoso. O governo soviético, quando presidido por Lênine, deu apoio financeiro às experiências de Pavlov. 
Pavlov morreu no dia 27/02/1936, com 86 anos.
O filme abaixo ilustra bem os experimentos de Pavlov.




Gagné considera a aprendizagem como uma mudança interior e tenta integrar os conceitos básicos das Teorias Cognitivas e Comportamentais. Esta teoria convenciona que existem diferentes tipos ou níveis de aprendizado. A importância destas classificações é que cada tipo requer diferentes tipos de instrução. 








Gagné identifica cinco categorias de aprendizado: 
  1.  Informação verbal, 
  2.   Habilidades intelectuais, 
  3.  Estratégias cognitivas, 
  4.  Habilidades motoras 
  5.  Atitudes. 
Gagné sugere que tarefas de aprendizado para habilidades intelectuais podem ser organizadas em hierarquia, de acordo com a complexidade: 
  1. Reconhecimento de estímulo, 
  2. Geração de resposta, 
  3. Seguir procedimentos, 
  4. Uso da terminologia, 
  5. Discriminações, 
  6. Formação de conceito, 
  7. Aplicação de regras e 
  8. Resolução de problemas. 
Condições internas e externas diferentes são necessárias para cada tipo de aprendizado. Por exemplo: para que estratégias cognitivas sejam aprendidas é preciso que exista uma chance para se praticar o desenvolvimento de novas soluções para os problemas. Para aprender atitudes, a pessoa precisa ser exposta a um modelo verossímil de papel, ou a argumentos persuasivos. Gagné sugere que tarefas de aprendizado para habilidades intelectuais podem ser organizadas em hierarquia, de acordo com a complexidade:
A hierarquia é importante para identificar os pré-requisitos que devem ser completados para facilitar o aprendizado em cada um dos níveis. As hierarquias de aprendizado fornecem uma base para a seqüência de instrução.

A teoria propõe  nove eventos de instrução e processos cognitivos correspondentes:
1. obter atenção (recepção)
2. informar o objetivo para os aprendizes (expectativa)
3. estimular a lembrança do aprendizado anterior (recuperação)
4. apresentar o estímulo (percepção seletiva)
5. fornecer orientação de aprendizado (código semântico)
6. elicitar performance (resposta)
7. fornecer feedback (reforço)
8. avaliar o desempenho (recuperação)
9. aumentar a retenção e a transferência (generalização).

Estes eventos devem satisfazer ou fornecer as condições necessárias para o aprendizado e servir como base para criar a instrução e selecionar os meios apropriados.


http://penta2.ufrgs.br/edu/objetivo/gagne.html







9 horas de músicas relaxantes

Total de visualizações de página

Depende de nós....

Depende de nós....

Populares