Postagem em destaque

Resenha do livro: POSTMAN, Neil. O Desaparecimento da Infância.

Resenha do livro: POSTMAN, Neil. O Desaparecimento da Infância. Tradução: Suzana Menescal de A. Carvalho e José Laurenio de Melo. Rio d...

Quem foi Janusz Korczak e o que ele fez pela educação: Assista ao filme:" As 200 crianças do Dr. Korczak"

Dr. Korczak



Foi um médico, pediatra, educador, escritor, autor infantil, publicista, ativista social e oficial do Exército Polaco.
Pedagogo inovador e autor de obras no campo da teoria e prática educacional, foi precursor nas iniciativas em prol dos direitos da criança e do reconhecimento da igualdade das crianças que hoje encontramos nas Escolas Democráticas.
Na qualidade de diretor de um orfanato instituiu, entre outros, um tribunal de arbitragem de crianças, no âmbito do qual as próprias crianças avaliavam as causas apresentadas por elas mesmas, podendo também levar a tribunal os seus educadores.
O famoso psicólogo suíço, Jean Piaget, que visitou o orfanato Dom Sierot (A Casa dos Órfãos), fundado e dirigido por Korczak, disse dele o seguinte: «Este homem maravilhoso teve a coragem de confiar nas crianças e nos jovens, com os quais trabalhava, ao ponto de transferir para as suas mãos as ocorrências disciplinares e de confiar a certos indivíduos as tarefas mais difíceis e de grande responsabilidade».
Korczak criou a primeira revista redigida a partir de textos enviados por crianças, que se destinava sobretudo a jovens leitores, A Pequena Revista. Foi igualmente um dos pioneiros dos estudos sobre o desenvolvimento e a psicologia da criança, bem como do diagnóstico da educação.
Era judeu-polaco que toda a vida afirmou pertencer às duas nações, a hebraica e a polaca.
«Reformar o mundo quer dizer reformar a educação», preconizava Korczak.
Korczak é considerado um dos pioneiros da corrente pedagógica atualmente designada como “educação moral” , ainda que não tenha criado uma teoria sistemática sobre o assunto As suas ideias pedagógicas modernas baseavam-se na prática. Era contra a doutrina na didática, muito embora tivesse um bom conhecimento das correntes pedagógicas e psicológicas da sua época. De acordo com Igor Newerly não se identificava com nenhuma ideologia política concreta, nem doutrina educativa.
Não obstante, Janusz Korczak é apontado como precursor de várias correntes. Kolberg considera que a Comunidade Justa de Crianças (em inglês: Children Just Community) se baseia na prática de Korczak. Também há quem diga que Korczak e Paulo Freire têm ideias parecidas quanto à democracia na escola e à teoria do diálogo. Os defensores do amor pedagógico (em inglês: pedagogical love) baseiam a sua teoria no modelo de relações professor-aluno elaborado por ele . Outros autores vêem em Korczak e Martin Buber os princípios da corrente da “educação religiosa”. As ideias de Korczak são aplicadas na “ideologia da normalização” da educação das crianças deficientes mentais . A sua abordagem relativamente à educação das crianças influenciou as iniciativas legislativas empreendidas no pós-guerra em prol das crianças. A Polónia contribuiu grandemente para essas iniciativas, na medida em que tomou parte ativa na elaboração da Declaração dos Direitos da Criança em 1959 e promoveu a criação da Convenção sobre os Direitos da Criança, adotada pela Assembleia Geral nas Nações Unidas, em 1989.
Os elementos mais importantes da concepção de Korczak sobre a educação são os seguintes:a rejeição da violência – física e verbal, resultante da vantagem de ser mais velho ou do desempenho de uma função superior;a ideia de uma interação educativa entre adultos e crianças, que alargava a definição da pedagogia clássica; a convicção de que a criança é um ser humano do mesmo modo que um adulto; o princípio de que o processo educativo deveria levar em consideração a individualidade de cada criança; a crença de que a criança, melhor do que ninguém, sabe das suas necessidades, aspirações e emoções e, logo, deveria ter direito a emitir a sua opinião e a ser ouvida pelos adultos; o reconhecimento de que a criança tem direito ao respeito, à ignorância e ao fracasso, à privacidade, bem como às suas próprias opiniões e propriedade;o reconhecimento de que o processo de desenvolvimento de uma criança é um trabalho difícil. 



"Último tren a Treblinka. Una biografía para Janusz "

Este documentário conta a história do médico e pedagogo Janusz Korczak polonês, que morreu em um campo de extermínio nazista, em 1942, junto com 200 crianças de asilo que correram no gueto de Varsóvia. O trabalho foi feito com base em "Janusz Korczak, um mestre de humanidade" por Ruben Naranjo. (2002-23 min) ultimotrenatreblinka.blogspot.com 
por Diego Fidalgo

9 horas de músicas relaxantes

Total de visualizações de página

Depende de nós....

Depende de nós....

Populares