Postagem em destaque

Resenha do livro: POSTMAN, Neil. O Desaparecimento da Infância.

Resenha do livro: POSTMAN, Neil. O Desaparecimento da Infância. Tradução: Suzana Menescal de A. Carvalho e José Laurenio de Melo. Rio d...

Salovey e Mayer: INTELIGÊNCIAS EMOCIONAL, SOCIAL, E INTERPESSOAL

Inteligências emocional, social e interpessoal

Os conceitos de Inteligência Emocional, Interpessoal e Social revolucionaram o antigo conceito de Inteligência, tornando obsoletos os testes de QI.
Na década de 30, Robert Thorndike sugeriu a possibilidade de que as pessoas pudessem ter "inteligência social" - uma habilidade de perceber estados internos, motivações e comportamentos de si próprio e dos outros e de agir de acordo com essa percepção.
Na década de 80, o professor Howard Gardner apresentou a Teoria das Inteligências Múltiplas, que envolvia sete formas de inteligência, dentre elas as inteligências intrapessoal e interpessoal.
Na década de 90, o pesquisador John Mayer, juntamente com seus colaboradores David Caruso e Peter Salovey, torna-se uma referência para a pesquisa científica sobre "Inteligência Emocional".
Inteligência Emocional é definida como a capacidade de raciocinar sobre emoções. Ela inclui a capacidade de perceber emoções com precisão, de acessar e gerar emoções, de entender emoções, e regular as emoções de forma reflexiva, de modo a promover o crescimento emocional e intelectual.
A expressão “Inteligência Emocional” ganhou popularidade com a publicação do livro Inteligência Emocional de Daniel Goleman, em 1995, mas este tema já é alvo de pesquisas desde o início da década de 90, com a publicação de artigos em jornais acadêmicos, por Peter Salovey e John D. Mayer.


Em seu artigo de 2000, John Mayer e seus colaboradores apresentam quatro tipos de habilidades envolvidas com a Inteligência Emocional:
  • habilidade para a percepção das emoções;
  • habilidade no uso das emoções;
  • habilidade no entendimento das emoções;
  • habilidade de controle e transformação das emoções;
Onde:
A habilidade de percepção das emoções inclui habilidades envolvidas na identificação de sentimentos por estímulos, através da voz ou expressão facial, por exemplo. A pessoa que se sobressai nessa habilidade percebe facilmente a variação e mudança no estado emocional de outra;
A habilidade no uso das emoções implica a capacidade de empregar as informações emocionais para facilitar o pensamento e o raciocínio;
A habilidade no entendimento das emoções consiste em captar variações emocionais nem sempre evidentes; e
A habilidade de controle e transformação das emoções
Salovey e Mayer propuseram ainda cinco domínios ou competências da Inteligência emocional (Salovey e Mayer, Emotional Intelligence. apud Goleman, 1995, p.55):
  1. Autoconsciência;
  2. Autodomínio;
  3. Automotivação;
  4. Empatia e
  5. Habilidades sociais.

Autoconsciência - Conhecer as próprias emoções;
Autodomínio - Controlar os sentimentos nos mais variados momentos e situações; administrar as emoções. Lidar com os sentimentos apropriadamente. Significa lidar com as próprias emoções de forma que facilitem a realização de suas atividades, em vez de interferir com elas. Desenvolver equilíbrio emocional para recuperar-se de aflições emocionais.
Automotivação - envolve utilizar os sentimentos de entusiasmo, perseverança e tenacidade para conquistar os seus objetivos e metas de uma forma bem direcionada e segura, com o intuito de ter iniciativa e ser altamente eficaz; perseverar sempre, mesmo diante de revezes e frustrações. É com perseverança, entusiasmo e motivação que se consegue aperfeiçoamento e êxito nas realizações.  Direcionar as emoções e atenção para determinado objetivo ou meta é essencial para concentrar a atenção e promover realizações.
Habilidades sociais - a arte do relacionamento é, em grande parte, a aptidão de lidar com as emoções dos outros;  interagir com facilidade; utilizar essas habilidades para liderar; negociar e solucionar divergências, bem como para a cooperação e o trabalho em equipe; ter alegria no convívio com as pessoas, evitando ver a vida apenas como um observador.
Bibliografia:
A) Livros:
  • Inteligência - um conceito reformulado - Howard Gardner - ed Objetiva;
  • Inteligência Emocional - Daniel Goleman - ed. objetiva;
  • Hendrie Weisinger - Inteligência Emocional no Trabalho - ed. objetiva;
  • Claude Steiner - Educação Emocional - Ed. Objetiva;
  • Inteligência Emocional e a Arte de Criar nossos filhos - Ed. Objetiva;

Breves biografias de Salovey e Mayer


SALOVEY


Peter Salovey, Ph.D., é decano da escola graduada das artes e das ciências na Universidade de Yale, professor de Chris Argyris Psychology, e professor de Epidemiologia e Saúde Pública na Universidade de Yale, onde recebeu seu Ph.D. em Psicologia Clínica em 1986, e mestrado em sociologia na University Stanford em 1980.


 
MAYER
John D. Mayer é psicólogo e professor da Universidade de New-Hampshire, recebeu o seu B.A. e Ph.D. na Universidade de Michigan. (www.emotionaliq.org/About.htm).

9 horas de músicas relaxantes

Total de visualizações de página

Depende de nós....

Depende de nós....

Populares