Postagem em destaque

Resenha do livro: POSTMAN, Neil. O Desaparecimento da Infância.

Resenha do livro: POSTMAN, Neil. O Desaparecimento da Infância. Tradução: Suzana Menescal de A. Carvalho e José Laurenio de Melo. Rio d...

Liberdade, Igualdade e Fraternidade: Educação ... o princípio de tudo!

Hoje dia 15 de outubro é uma data especial para se falar sobre educação, apesar da seriedade do tema, poderia deixar uma singela homenagem aos professores, mas o momento pede mais.
Abram seus olhos... 

Somos brasileiros, um povo conhecido mundialmente pelo samba carnaval e o futebol.Cartões postais e belíssimos roteiros para viagens de férias.


A história do Brasil exala até os dias atuais o cheiro do sangue de um povo  que sofreu através da histórias diversos tipos de violência.Que hoje vivencia uma falsa democracia de belas palavras na constituição.
Quando criança estudamos a história do Brasil de maneira superficial, mas já é subentendido que somos um povo sem terra e sem lei.Onde já se viu um povo escravizar o outro?


 Um homem amordaçar o outro e açoitá lo até a exaustão por um capricho? Um paraíso natural, terra dos índios, catequizados e massacrados pela Igreja e pela Coroa portuguesa e dominado por povos de civilidade duvidosa, diante de tanta crueldade? Uma nação de negros alforriados pela lei Áurea, que os jogou na rua da amargura e do descaso, fazendo se só aumentar as diferenças sociais herdadas de nossos antepassados? E o descaso e o preconceito com os imigrantes que pisaram em nossa terra e que fazem parte da história de formação de nosso país?
imigrantes italianos


Golpe Militar 64
O que dizer do golpe militar, da vida de milhões de jovens ceifadas em nome de uma " tal ordem"?



Vejo o Brasil como uma carruagem, seu povo lá dentro dorme um sono profundo, embalado pelo tilintar das suas rodas nas pedras da estrada, cobertos pelo véu da ignorância de pura seda.
 Sonha o povo brasileiro... o sonho dos Tolos. A carruagem é confortável, e eles se contentam com  vinho barato, se fartam de pernil e se deleitam com mulheres mundanas.
O cocheiro cuidou de tudo muito bem, para que aos Tolos não falte nada .
É uma estratégia genial para mantê los distraídos e ocupados enquanto não dormem.Durante a viagem os cocheiros se revezam ... e o controle desta carruagem fica a mercê de salteadores, Lalaus... quer dizer; ladrões.E assim só fazem prolongar a viagem de prazeres dos brasileiros.Cada cocheiro que passa pela carruagem constitui uma fortuna maior que a do outro.O povo ignorante vive os seus dias alienados e acomodados , acostumados com o ritimo da viagem sem fim rumo à democracia que ele pensa, hoje vivenciar.

Somos em sua maioria Tolos, acreditando que uma nação se faz com um  crediário nas casas Bahia, com  carro popular e um imóvel da Caixa Econômica. Ledo engano; uma nação se faz de pessoas fortes trabalhadoras, livres e críticas conhecedoras de seu valor.
É entender que um homem " humano" só se faz com educação e amor.
Humanizar a educação de um povo tão sofrido e carente ... É SABER DA IMPORTÂNCIA DE SE EXERCER UM MAGISTÉRIO CONSCIENTE, INDEPENDENTE DO APOIO GOVERNAMENTAL...
Mas se você ao ler minha singelas palavras pensar:
"Ela escreveu isto por não conhecer a realidade da escola pública brasileira!" SONHADORA!
Pode mudar de profissão... você não gosta do que faz. Só uma mudança na atitude dos profissionais do magistério pode contaminar todo o processo e fazer da nossa atual e triste realidade uma realidade mais humana !
É acreditar que a chave para mudar tudo está nas nossas mãos.Não basta cantar lindas canções e recitar poesias.É preciso mais... a educação para o século XXI exige muito mais de nós. Então vamos nos preparar,  para construir caminhos que nos permitam formar seres humanos mais capacitados moralmente e emocionalmente,  para vivenciar as dificuldades que os tempos futuros reservam para a humanidade.
Dentre elas a paz entre os povos.
Liberdade, Igualdade e Fraternidade: Educação ... o princípio de tudo!


9 horas de músicas relaxantes

Total de visualizações de página

Depende de nós....

Depende de nós....

Populares