Postagem em destaque

Resenha do livro: POSTMAN, Neil. O Desaparecimento da Infância.

Resenha do livro: POSTMAN, Neil. O Desaparecimento da Infância. Tradução: Suzana Menescal de A. Carvalho e José Laurenio de Melo. Rio d...

Google



Crianças acima do peso têm maior risco de sofrer bullying

11/05 às 13h45 O Globo com agências internacionais
RIO - As crianças que estão acima do peso ou são obesas têm um risco muito maior de serem vítimas de bullying ( como saber se seu filho é vítima de bullying ) do que aquelas que estão com o peso normal. Segundo um novo estudo da Universidade de Michigan, as obesas apresentam 60% a mais de risco, e as com sobrepeso, 13% a mais de risco. Os pesquisadores também procuraram investigar se os alunos gordos mas com origens variadas seriam mais vulneráveis do que outros e se existiriam comportamentos sociais ou outras características que os ajudariam a livrarem-se do bullying.
menino obeso de 5 anos retrata drama de uma geração / divulgação: bbc
Para surpresa dos cientistas, nenhum desses outros fatores interferiu: não foi relevante se a criança era rica ou pobre, homem ou mulher, branca ou preta, ou morava num bairro com outras crianças obesas. Seus comportamentos sociais ou suas boas notas na escola também não a livraram de ser vítima de bullying.
- A criança obesa simplesmente sofre mais bullying do que a criança que está dentro do peso - explicou a médica Julie C. Lumeng, professora assistente de pediatria da Universidade de Michigan e autora do estudo publicado na revista "Pediatrics".
A especialista explicou que pais, professores e assistentes precisam estar cientes deste risco para ajudar os alunos e até prevenir o bullying.
Minha experiência:
... "Eu sei bem o que é sofrer de bullying na escola por ser gorducha".
Isso me prejudicou tanto que minhas notas só caiam e me sentia a criatura mais insignificante do mundo.Era uma criança muito doce e inteligente, com dons artísticos para artes e música uma linda voz, mas o fato de estar acima do peso era uma característica que ofuscava tudo isso. Meus pais tentavam me ajudar de várias formas, não adiantava: Quanto mais eu precebia que as pessaoas não me aceitavam gorda, mais eu comia.O tempo foi passando e na adolescencia foi piorando.Mesmo gordinha eu era muito bonita e chamava muita atenção, mas odiava ouvir: Nossa você tem um rosto lindo!!!
Cheguei a pesar 89 kg medindo 1.60 m aos 15 anos.
Quando cheguei na oitava série minha mãe me tirou da escola em que eu sempre fui alvo de bullying e me matriculou em outra escola.
Naquele momento me senti segura, comecei uma dieta(teoricamente sabia muito sobre elas), iniciei um programa de exercícios e em mente somente a idéia de surpreender a todos.Eu estava emagrecendo aos poucos e em um ano e meio eu estava com 60 kg. E naquele ano já era a primeira aluna da turma. Fechei todas as provas de todos os conteúdos e a imagem de "burrinha gorda" ficou para trás. Estou aqui dividindo esta minha experiência pessoal com vocês, para alertar de como o bullying pode deturpar a imagem de uma pessoa derrubando sua auto estima e seu amor próprio.
Eu tive sorte e tive muita força para vencer este desafio, outras pessoas podem não ter, como observamos nos noticiários, suicídios, atentados e etc.
Gostaria muito de ter seu comentário a respeito do bullying.
Conte nos sua experiência.
Danubia Rocha

9 horas de músicas relaxantes

Total de visualizações de página

Depende de nós....

Depende de nós....

Populares